segunda-feira, 21 de julho de 2014

ANÁLISE DA AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DO 3º E 5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL EM LÍNGUA PORTUGUESA E MATEMÁTICA.


            Investigar o que cada aluno sabe para planejar o que todos devem aprender. É o chamado diagnóstico inicial, ou sondagem das aprendizagens, uma das atividades mais importantes no diálogo entre o ensino e a aprendizagem.
          No início do II semestre, logo na terça-feira, dia 15 de julho, as professoras do 3º e 5º ano do Ensino Fundamental aplicaram uma avaliação diagnóstica com 24 questões de Língua Portuguesa e 24 questões de matemática para conhecer o que os alunos já dominam da matriz de competências e habilidades do SAEPE, conforme modelo enviado pela Secretaria Estadual de Pernambuco. A orientação foi dada para que os professores não interferissem no resultado, deixando os alunos aplicarem seus conhecimentos e sua autonomia leitora na resolução das questões. “É preciso conhecer o que os alunos sabem para não repetir conceitos nem propor tarefas além do que a garotada é capaz de compreender, disse Josilene Quidute, educadora de apoio.
           Os gráficos foram analisados em conjunto. Esse olhar é imprescindível para construir uma visão detalhada da turma e de cada estudante e, com isso, poder planejar as aulas com base nas reais necessidades de aprendizagem. Esse diagnóstico não tem como objetivo classificar ou rotular os alunos. A idéia é enxergar problemas semelhantes que permitam direcionar o planejamento das atividades. Várias questões foram levantadas:
ü  Alguns alunos erraram por falta de atenção ao ler a questão.
ü  Há habilidades que ainda não foram trabalhadas – as que apresentaram o maior número de erro.
ü  Apenas dois alunos de cada turma estão abaixo da média em Língua Portuguesa e Matemática.
ü  Algumas habilidades precisam ser retomadas com a turma toda e outras apenas com alguns alunos no reforço escolar.
ü  O planejamento deve contemplar habilidades já trabalhadas para revisar e sistematizar os conceitos.
Para Josilene, o resultado do diagnóstico é essencial para entender as principais necessidades dos professores para orientar as formas de ensinar. Se ninguém conhece um conteúdo, é claro que ele tem de ser trabalhado de forma prioritária. Se a maioria já resolve bem determinadas questões, a chave é pensar em formas de dar mais atenção aos que estão um passo atrás. Daqui pra frente vamos considerar esse diagnóstico na realização do planejamento semanal e na pauta da formação continuada. A intervenção feita em tempo hábil favorece o crescimento no desempenho dos estudantes e nosso objetivo é atingir 100% de aproveitamento, até porque as turmas do 3º e 5º ano do Ensino Fundamental serão avaliadas pelo SAEPE.

CONHEÇA O RESULTADO:
3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL. – TURMA DA PROFESSORA ÂNGELA OLIVEIRA.
LÍNGUA PORTUGUESA – 39 ESTUDANTES.

QUESTÃO ITEM - DESCRITORES
1 - Ler palavras formadas por sílabas canônicas.
2 - Localizar informação explícita em texto verbal.
3 - Inferir informação em texto verbal. –NÃO TRABALHADO
4 -Ler palavras formadas por sílabas canônicas.
5 - Interpretar texto que conjuga linguagem verbal e não‐verbal.
6 -Reconhecer o assunto de um texto - NÃO TRABALHADO
7 - Localizar informação explícita em texto verbal.
8 -Iden��ficar o conflito gerador do enredo e os elementos que compõem a narrativa - NT
9 - Ler frases.
10 - Reconhecer o assunto de texto
11 - Identificar o gênero de um texto.
12 - Estabelecer relação de causa/consequência entre partes e elementos do texto.
13 - Identificar a finalidade de textos de gêneros diversos.
14 -inferir o sentido de palavra ou expressão.- NT
15 - Ler frases.
16 - Interpretar texto que conjuga linguagem verbal e não‐verbal.
17 - Interpretar texto não‐verbal.
18 - Reconhecer o assunto de um texto.
19 -Ler frases.
20 -Identificar o gênero de um texto.
21 - interpretar texto não‐verbal.
2-Reconhecer o assunto de um texto.
23 -Ler frases.
24 - Interpretar texto que conjuga linguagem verbal e não‐verbal.NT
      
MATEMÁTICA – 39 ESTUDANTES.


QUESTÃO ITEM - DESCRITOR

1 - Ler informações e dados apresentados em gráficos (particularmente em gráficos de coluna).
2 - Relacionar números a diferentes representações escritas.
3 -Reconhecer e utilizar, em situações problema, as unidades usuais de medida de tempo: dia, semana, mês e ano.
4 - Identificar propriedades comuns e diferenças entre poliedros e corpos redondos.
5 - Calcular o resultado de uma adição ou subtração de números naturais.
6 - Resolver problema utilizando a escrita decimal de cédulas e moedas do sistema monetário brasileiro. NÃO TRABALHADO
7 - Identificar propriedades comuns e diferenças entre figuras bidimensionais pelo número de lados e tipos de ângulos.
8- Resolver problema com números naturais, envolvendo diferentes significados das operações de multiplicação e divisão.
9 -Ler informações dados apresentados em tabela.
10-Resolver problema com números naturais, envolvendo diferentes significados das operações de adição e subtração.
11 -Identificar a localização/movimentação de objeto em mapas, croquis e outras representações gráficas.
12 - Num problema, estabelecer trocas entre cédulas e moedas do sistema monetário brasileiro, em função dos seus valores.
13 - Comparar e/ou ordenar números naturais.
14 - Resolver problema utilizando a escrita decimal de cédulas e moedas do sistema monetário brasileiro. NÃO TRABALHADO.
15 - Calcular o resultado de uma multiplicação ou divisão de números naturais.
16 - Identificar a localização/movimentação de objeto em mapas, croquis e outras representações gráficas.
17 - Resolver problema com números naturais, envolvendo diferentes significados das operações de multiplicação e divisão.
18 -  Resolver problema com números naturais, envolvendo diferentes significados das operações de adição e subtração.
19 - Associar quantidades de um grupo de objetos à sua representação numérica.
20 -  Identificar a localização de números naturais/inteiros/racionais/reais na reta numérica.
21 -  Reconhecer e utilizar, em situações problema, as unidades usuais de medida de tempo: dia, semana, mês e ano. NÃO TRABALHADO
22 - Calcular o resultado de uma multiplicação ou divisão de números naturais.
23  -  Identificar propriedades comuns e diferenças entre figuras bidimensionais pelo número de lados e tipos de ângulos.
24 -  Ler informações e dados apresentados em tabela.
5º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL – PROFESSORA MÔNICA FERNANDES.
LÍNGUA PORTUGUESA – 40 ALUNOS.


1- Reconhecer o assunto de um texto.
2 -Localizar informação explícita em texto verbal.
3 -  Estabelecer relações lógico‐discursivas entre partes de um texto, marcadas por advérbios, locuções adverbiais, conjunções, etc.
4 - Identificar as marcas linguísticas que evidenciam o locutor e o interlocutor de um texto.
5 -  Estabelecer relação de causa/consequência entre partes e elementos do texto.
6 -  Identificar repetições ou substituições que contribuem para a continuidade de um texto.
7 -  Reconhecer o assunto de um texto.
8 - Interpretar texto que conjuga linguagem verbal e não‐verbal.
9- Identificar efeitos de humor e ironia em textos diversos. NÃO TRABALHADO
10 -  Reconhecer o efeito de sentido decorrente de pontuação e outras notações.NT
11 - Identificar a finalidade de textos de gêneros diversos.
12 -Identificar o gênero de um texto.
13 -  Interpretar texto que conjuga linguagem verbal e não‐verbal.
14-  Reconhecer o assunto de um texto.
15 -  Inferir o sentido de palavra ou expressão.
16 - Identificar a finalidade de textos de gêneros diversos.
17 -  Estabelecer relações lógico‐discursivas entre partes de um texto, marcadas por advérbios, locuções adverbiais, conjunções, etc. NT
18 -  Diferenciar fato de opinião relativa a um fato.
19 - Reconhecer formas de tratar uma informação na comparação de textos que tratam do mesmo tema.
20 - Localizar informação explícita em texto verbal.
21- Estabelecer relação de causa/consequência entre partes e elementos do texto.
22 - Reconhecer o efeito de sentido decorrente de pontuação e outras notações. NÃO TRABALHADO.
23 -  Inferir o sentido de palavra ou expressão.
24 -  Localizar informação explícita em texto verbal.
MATEMÁTICA – 40 ALUNOS.

1- Ler informações e dados apresentados em tabela.
2-Reconhecer e utilizar, em situações problema, as unidades usuais de medida de tempo: dia, semana, mês e ano.
3 -  Resolver problema utilizando a escrita decimal de cédulas e moedas do sistema monetário brasileiro.
4 -  Identificar simetrias em figuras geométricas planas.
5 -  Calcular o resultado de uma adição ou subtração de números naturais.
6 - Identificar a localização/movimentação de objeto em mapas, croquis e outras representações gráficas.
7 - Ler horas em relógio de ponteiros ou digital.
8-Reconhecer e utilizar características do sistema de numeração decimal, tais como agrupamentos e trocas na base 10 e princípio do valor
posicional.
9 - Reconhecer as diferentes representações de um número racional. NÃO TRABALHADO
10 - Identificar o número de faces, arestas e vértices de figuras geométricas tridimensionais representadas por desenhos.
11 - Resolver problema envolvendo o cálculo de perímetro de figuras planas, com ou sem malhas.
12 - Resolver problema com números naturais, envolvendo diferentes significados das operações de multiplicação e divisão.
13 - Identificar fração como representação que pode estar associada a diferentes significados.
14 - Num problema, estabelecer trocas entre cédulas e moedas do sistema monetário brasileiro, em função dos seus valores.
15 - Resolver problema que envolva porcentagem. NÃO TRABALHADO.
16 -  Identificar propriedades comuns e diferenças entre poliedros e corpos redondos.
17 -  Resolver problema com números naturais, envolvendo diferentes significados das operações de adição e subtração.
18 -  Resolver problema envolvendo o cálculo de área de figuras planas, com ou sem malhas.
19-Resolver problema utilizando relações entre diferentes unidades de medida: km/m/
cm/mm, t/kg/g/mg, L/mL.
20-  Reconhecer a composição e a decomposição de números naturais nas suas diversas ordens e na sua forma polinomial.
21 - Reconhecer a conservação ou modificação de medidas dos lados, do perímetro, da área em ampliação e/ou redução de figuras poligonaisusando malhas quadriculadas.
22 - Identificar a localização de números naturais/inteiros/racionais/reais na reta numérica.
23 - Identificar propriedades comuns e diferenças entre figuras bidimensionais pelo número de lados e tipos de ângulos.
24- Estabelecer relação entre horário de início e término e/ou intervalo de duração de um evento ou acontecimento.

ATLETAS DA TOMÉ CONQUISTAM MEDALHAS DE OURO, PRATA E BRONZE EM NATAÇÃO/ ATLETISMO NOS JOGOS ESCOLARES REGIONAIS





A equipe da Tomé acredita nos valores positivos do esporte, quando assimilados pela sociedade, contribuem decisivamente para a formação do cidadão e para a promoção da saúde e da justiça social. Nesse sentido, a direção e o professor de educação Física Gleydson Medeiros se engajaram no processo de inserção dos atletas da Escola Tomé Francisco nos JOGOS ESCOLARES REGIONAIS que aconteceram no período de 10 a 21 de julho no centro desportivo de Afogados da Ingazeira. O professor Gleydson acompanhou os atletas em todas as competições. A Prefeitura Municipal de Quixaba garantiu o transporte dos estudantes.
Os atletas da natação e do atletismo conquistaram 11 medalhas de ouro, 07 medalhas de prata e 01 medalha de bronze na modalidade NATAÇÃO e 01 medalha de ouro, 01 de prata no ATLETISMO. Confira a lista dos atletas vencedores:

NATAÇÃO
PROVA
ATLETA
PREMIAÇÃO
44m LIVRES MIRIM FEMININO
LIOHANA
OURO
44m LIVRES MIRIM MASCULINO
JAILSON
OURO
44m LIVRES MIRIM MASCULINO
PEDRO ANTÔNIO
BRONZE
44m LIVRE INFANTIL MASCULINO
LYON
OURO
44m BORBOLETA MIRIM FEMININO
LIOHANA
OURO
44m PEITO MIRIM MASCULINO
JAILSON
OURO
44m PEITO MIRIM MASCULINO
RAFAEL
PRATA
44m COSTAS INFANTIL MASCULINO
LYON
OURO
44m COSTAS MIRIM MASCULINO
JAÍLSON
OURO
44m PEITO MIRIM FEMININO
LIOHANA
PRATA
44m PEITO INFANTIL MASCULINO
RARICLES
PRATA
REVEZAMENTO 4 X 44 LIVRE MIRIM MASCULINO
JAILSON
OURO
REVEZAMENTO 4 X 44 LIVRE MIRIM MASCULINO
PEDRO
OURO
REVEZAMENTO 4 X 44 LIVRE MIRIM MASCULINO
EDINALDO
OURO
REVEZAMENTO 4 X 44 LIVRE MIRIM MASCULINO
RAFAEL
OURO
REVESTIMENTO 4 X 44m LIVRE INFANTIL MASCULINO
LYON
PRATA
REVESTIMENTO 4 X 44m LIVRE INFANTIL MASCULINO
RARYCLES
PRATA
REVESTIMENTO 4 X 44m LIVRE INFANTIL MASCULINO
IAGO
PRATA
REVESTIMENTO 4 X 44m LIVRE INFANTIL MASCULINO
VINÍCIUS
PRATA
ATLETISMO
PROVA
ATLETA
PREMIAÇÃO
200 m LIVRES JUVENIL FEMININO
WHITNEY
OURO
200m LIVRE MIRIM
FRANKLIN
PRATA


sexta-feira, 18 de julho de 2014

ESCOLA TOMÉ FRANCISCO CONCLUI OBRA DE ALMOXARIFADO COM RECURSOS PRÓPRIOS.


         Em janeiro de 2014, o colegiado da Escola Tomé Francisco decidiu em assembléia geral aplicar o recurso do Prêmio Gestão Escolar na construção de um almoxarifado. A obra está concluída, possibilitando a melhor organização dos bens e material da instituição. O espaço em que servia para amontoar coisas deu lugar a uma sala provisória de reforço escolar, amenizando um problema enfretado pela equipe na organização das atividades no contraturno. Em 2015, a intenção é transformar a sala.,hoje provisória para reforço, na sala da coordenação pedagógica.
      Para Ivan, gestor da escola, A OBRA DO ALMOXARIFADO será símbolo vivo de uma inédita conquista da escola e de sua gestão, já que o Prêmio Nacional é também fruto de sua liderança.



 

 

ESCOLA TOMÉ FRANCISCO RECEBE VISITA DO GERENTE DE AVALIAÇÃO E MONITORAMENTO DAS POLÍTICAS EDUCACIONAIS DE PERNAMBUCO.


                 Na quinta-feira, 10 de julho, o colegiado da Escola Tomé Francisco estava reunido em formação continuada em virtude do retorno das aulas, após o recesso escolar. No final da manhã, recebeu a visita de Marinaldo Alves de Sousa, gerente de avaliação e Monitoramento das Políticas Educacionais, a Técnica da mesma gerência professora Francisca, acompanhados das Técnicas da GRE do sertão do Alto Pajeú, Markdalva e Patrícia Roberta.
                Na ocasião, o Gerente Marinaldo expressou sua admiração pelo trabalho da escola, destaque nacional em avaliações externas. “ A avaliação em larga escala pretende obter informações gerais, importantes para se pensar a qualidade da educação, porém, ela só será uma ferramenta para esse fim se utilizada de maneira coerente e vocês, professores da Tomé, estão demostrando compromisso no trabalho que realizam”, palavras do gerente para o grupo. A professora Francisca também se posicionou de forma emocianada em testemunhar o trabalho de destaque realizado pela Escola Tomé Francisco: “Quero conhecer de perto a relação do ensino-aprendizagem e pretendo voltar para conhecer o cotidiano dessa escola”.

segunda-feira, 14 de julho de 2014

IVAN FAZ HOMENAGEM AOS INTERCAMBISTAS DA TOMÉ EM EVENTO ORGANIZADO PELOS PAIS.


 Lourdes, Rejane e Valquíria organizaram uma Missa em ação de Graças, na Capela Nossa Senhora do Carmo, Lagoa da Cruz, e um evento festivo na Escola Tomé Francisco, no sábado, 12 de julho para recepcionarem seus filhos: Maírla e Marília ( Irmãs), Brenno e Catarina que conheceram os países do Canadá e Nova Zelândia.


 Palavras do gestor Ivan.
BOA NOITE A TODOS.
Uma fala de Viviane Sena é propícia para este momento. Para justificar a importância dos programas do Instituto ela diz: “O sucesso das crianças brasileiras depende sobretudo, das oportunidades que lhe são dadas e das escolhas que fazem para o seu futuro.
Certamente os jovens intercâmbistas hoje homenageados pelos pais nesse evento tiveram as melhores oportunidades para crescerem e alcançarem o sucesso. Alguns pontos podem ser resgatados:




1.      Nasceram em famílias brilhantes que lhe deram todo o suporte emocional desde os primeiros dias de vida. Pais dedicados que estiveram presentes em cada passo na vida de vocês.

2.      Estudaram na Escola Tomé Francisco da Silva com educadores competentes e comprometidos. Um excelente educador não é um ser humano perfeito, mas alguém capaz de ousar e revolucionar as oportunidades dos seus estudantes. Como gestor da Escola Tomé Francisco tenho oferecido o melhor e criado as oportunidades para o sucesso de cada estudante. Aqui foi aberta a porta para que Marília, Maírla, Brenno, Catarina, Alícia, Amanda, Júlia conhecessem o mundo. Mas foi aqui também que eles receberam a preparação para acompanharem, sem dificuldades, em todas as disciplinas do currículo,o nível de ensino nos países onde estudaram esses seis meses. Temos orgulho em recebê-los e esperamos que tenham gratidão pela conquista do intercâmbio.

3.      O governador Eduardo Campos teve um papel importantíssimo na vida de vocês, pois ele acreditou nos jovens pernambucanos e deu a eles o presente de mostrar sua capacidade e ampliar seus conhecimentos por meio do Programa Ganhe o Mundo. E várias instâncias estiveram envolvidas nesse processo: a GRE do Sertão do Alto Pajeú, a Secretaria Estadual de Educação de Pernambuco e a prefeitura de Quixaba que deu todo o apoio necessário.

4.       Enfim, caros intercâmbistas, vocês aproveitaram as oportunidades da vida e cresceram como filhos brilhantes, alunos fascinantes e jovens determinados a alcançar altos vôos. Parabéns ! vocês podem decidir pelo futuro melhor e mais do que isso, podem ser instrumento para construir um país melhor.



Para Augusto Cury, o coração dos pais e professores lutam pelo mesmo sonho – o de tornar seus filhos e alunos felizes, saudáveis e sábios. A homenagem que os pais hoje aqui proporcionam é um exemplo da felicidade pelo sucesso de vocês e a família Tomé também brinda com vocês porque faz parte desta conquista. Boa festa.






















COLEGIADO DA TOMÉ PARTICIPA DE REUNIÃO PARA ANÁLISE DE RESULTADOS E REVISÃO DO PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO.



        Na manhã da sexta-feira, 11 de julho, o colegiado da Escola Tomé Francisco da Silva reuniu-se para analisar os resultados do II Bimestre e I Semestre e fazer, coletivamente, intervenções pontuais nos Planos de ação do Ensino Fundamental e Ensino Médio.  Houve a identificação dos pontos positivos e principalmente, dos pontos críticos no resultado da escola. O olhar voltou-se para divergentes assuntos: turmas com grande número de alunos abaixo da média, disciplinas com maiores problemas e uma avaliação criteriosa do baixo desempenho nas provas. Os fatores que influenciaram nesse resultado também foram listados, desde o trabalho do professor, a participação de alunos e pais no processo educativo.
       Os profissionais da escola sinalizaram com cores qualificando A AGENDA DE AÇÕES DO I SEMESTRE. Em vários aspectos houve uma auto-avaliação da equipe que concordou em redirecionar O Projeto Político Pedagógico da instituição. Para finalizar foi apresentada a Agenda do III Bimestre e planejada a acolhida dos alunos no dia 14/07.