quinta-feira, 27 de agosto de 2015

II CLASSIFICAÇÃO DO CLUBINHO DA MATEMÁTICA 2015

 Até agosto, na turma do 5º ano do Ensino Fundamental, professora Mônica, já foram propostas 07 atividades, somando 700 pontos. Participaram dessa segunda etapa os professores Ivan José, Adriana Medeiros, Diego. Confira a classificação dos estudantes.

ALUNO (A)
PONTOS
JAÉDSON MIGUEL
665
AMANDA ANTAS
662
ANDREY VINICIUS
659
SARAH DA SILVA
654
MARIA EDUARDA NICÁCIO
649
LUANDA GISLAYNE
642
MARIANA BATISTA
638
DÉBORA NUNES
637
HELLEN MAÍRA CAETANO
632
EVYLLYN SABRYNNY
625
EMANUELLY BEATRIZ
621
BEATRIZ ANTAS
615
JHONNATAS ERICK
612
GIULLIA ROBERTA
608
HEBERTH NAUÊ
608
PEDRO HENRIQUE
605
UÊNDIA MENDONÇA
590
MARIA IASMIM
585
MARIA GABRIELA
584
ARIELLY MARTINS
573
MARIA ISABELA PAULINO
573
JONAS MARQUES
566
LHAYS RODRIGUES
564
ANTONIO MARCOS
561
ARIANE CARLOS
554
ANNA CLÁUDIA
547
CARLOS EDUARDO
543
BIANCA FERNANDES
531
JOSÉ CARLOS CRISPIM
529
JULIA SILVA
516
MARIA EDUARDA FLOREN.
514
JAMILLY ALVES
506
JOSÉ FILIPE LOPES
504
JOSÉ YANO
430
JOSÉ GABRIEL
399
MARIA GABRIELLA FERREIRA
JOSÉ HUMBERTO
LAYANE EDUARDA
JOÃO BATISTA

OBS: os estudantes que constam na lista, mas não apresentam pontuação, estão com pendências de notas. 

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Escola e família: um espaço para a participação dos pais no processo educativo.

“ Criar uma criança é fácil, basta satisfazer-lhe as vontades. Educar é trabalhoso”
 Içami Tiba
                   É fato que a influência familiar no desempenho dos estudantes é grande. Há que se refletir, então, sobre qual é a função dos pais e responsáveis no processo educativo da escola. Na terça-feira, 25 de agosto, foi realizada, das 8h às 10 horas, uma reunião com as famílias das crianças do 2º ao 5º ano do Ensino Fundamental, agendada com os seguintes objetivos:
1.    Apresentar os resultados do IDEPE 2014 e discutir as várias ações de fortalecimento da aprendizagem, alinhando-as para os bimestres seguintes;
2.    Compartilhar com os pais os resultados da escola no Ensino Fundamental – anos iniciais: 8.47.
3.    Mostrar as intenções educativos da escola, a evolução da aprendizagem  dos estudantes e discutir com os pais estratégias conjuntas para melhorá-las;
4.    Aproximar os pais do trabalho pedagógico desenvolvido na escola;
5.    Informar sobre a programação da culminância do Projeto Sabedoria Popular.
Algumas crianças do 4º ano recepcionaram os familiares, distribuindo um cartão como reconhecimento e agradecimento da participação dos pais no processo educativo, que contribuiu para o excelente resultado no SAEPE 2014. O gestor Ivan conversou com os pais sobre a importância do envolvimento no Projeto político Pedagógico da escola.
No segundo momento, cada professor recebeu os pais dos seus alunos na sala para trabalhar com uma pauta previamente definida com a coordenação pedagógica. Desempenho/ disciplina/ acompanhamento diário/ projetos didáticos e outros foram contemplados nas discussões. 95% dos pais compareceram ao encontro, um dado positivo e fundamental que ajuda a fortalecer os laços com da família com a escola.








domingo, 23 de agosto de 2015

UM PROVEITOSO INTERCÂMBIO PARA HELENA


      Helena é a 22ª aluna da escola beneficiada pelo Programa Ganhe o Mundo

  Mais uma aluna da Escola Tomé Francisco parte para o intercâmbio no exterior. Desta vez a aluna HELENA VIEIRA PLÁCIDO, que embarca para o Canadá, na próxima terça-feira. Deixará muitas saudades para todos que formam a equipe da escola e para seus colegas. Saudade reforçada pelo fato de que a aluna concluirá o Ensino Médio no intercâmbio, não retornando para o convívio na escola. FELICIDADES, Helena! Desejamos que aproveite bastante esta oportunidade e volte trazendo na bagagem muita aprendizagem e uma inédita e proveitosa experiência de vida.
          Acreditamos que a formação recebida nesta escola servirá de base em todos os momentos e desafios que enfrentará em um novo país, nova família, e em uma nova escola. UMA FELIZ VIAGEM!

    Com Helena, são 22 alunos beneficiados até agora por intercâmbio oferecido pelo Programa Ganhe o Mundo da Secretaria de Educação de Pernambuco. No início de 2016, partirão mais 10 alunos; amanhã (24/08/2015), uma nova turma está iniciando o Curso de Inglês, que faz parte do PGM. Os alunos são classificados pelas notas alcançadas na escola e através de exame específico. 

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

No final da tarde desta terça-feira, após as aulas, o gestor Ivan e sua equipe promoveu uma reunião com o colegiado da escola Tomé Francisco da Silva com o objetivo de apresentar os resultados do IDEPE 2014, discutir novas ações de fortalecimento da aprendizagem em 2015 e claro, comemorar o desempenho da instituição nos três níveis de ensino, fruto de um trabalho em equipe.

ATIVIDADES ESPORTIVAS PRÁTICAS E TEÓRICAS NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA.

                 O ensino da Educação Física vai além da recreação e da cobrança pelo rendimento no esporte. Os conteúdos da disciplina contemplam as produções de nossa cultura corporal: o jogo, o esporte, a dança, a ginástica. A disciplina deixou de lado a ênfase no rendimento padronizado que a caracterizava até a década de 1980 para rever o conceito de corpo e considerar a dimensão cultural simbólica a ele inerente. Agora, considera o homem eminentemente cultural, contínuo construtor da cultura relacionada aos aspectos corporais.
              Na Escola Tomé Francisco da Silva, o professor de educação física Gleydson Medeiros tem diversificado suas aulas considerando a nova concepção da disciplina. Atividades esportivas práticas e teóricas voltadas para Investigação e interpretação do universo lúdico da cultura do corpo, das dimensões socioculturais do lazer, das políticas públicas de esporte, do sentido ético-estético do corpo e das manifestações dançantes da cultura brasileira. Assim, além dos jogos esportivos tradicionais como futebol, handebol e outros, também tem espaço nas aulas reflexões sobre a saúde do corpo, confecção de jogos, brincadeiras, competições esportivas, dança e movimentos.






terça-feira, 18 de agosto de 2015

ESCOLA TOMÉ FRANCISCO OFERTA CURSO PREPARATÓRIO PARA A II FASE DA OBMEP.

     

                Voltado para os estudantes da Tomé classificados para a 2º etapa da OBMEP 2015 – 11º Olimpíada Brasileira de Matemática das escolas públicas, o curso quer estimular atividade extraclasse com o uso dos materiais da OBMEP, tais como provas e Bancos de Questões. A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) é uma realização do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada - IMPA - e tem como objetivo estimular o estudo da matemática e revelar talentos na área.
         A 2º fase da OBMEP será no dia 12 de setembro, às 14 horas de sábado, na Escola Solidônio Pereira de Carvalho em Quixaba. O curso terá duração de um mês e meio, no contra turno, conforme cronograma abaixo:
Nível
Horário
Dia
Nº de alunos
Professor
NÍVEL I
Tarde
Segunda-feira
07
Iranete
NÍVEL II
Tarde
Quarta-feira
12
José Neto
NÍVEL III
Manhã
Terça-feira
19
Bom Conselho Silva
     






segunda-feira, 17 de agosto de 2015

EQUIPE DA TOMÉ PARABENIZA CECILIA PATRIOTA QUE CONTINUA À FRENTE DA GRE PAJEÚ.


            No processo seletivo interno das Gerências Regionais de Educação (GREs), promovido pelo Governo de Pernambuco, não houve qualquer alteração na GRE/Sertão do Alto Pajeú, localizada em Afogados da Ingazeira. A gestora Cecilia Maria Peçanha Esteves Patriota, por competência, esforço e dedicação continua na função. Tanto a equipe gestora da escola Tomé Francisco como os demais profissionais reconhecem a importância do trabalho de excelência feito na GRE DO SERTÂO DO ALTO PAJEÙ: “Cecília é uma liderança que conduz o grupo para frente porque acredita no potencial das pessoas e das escolas, tem a força de expandir continuamente sua capacidade de criar os resultados que realmente deseja”, disse o gestor Ivan que parabeniza e comemora a recondução de Cecília na função de gestora da GRE.


ESCOLA TOMÉ FRANCISCO É MAIS UMA VEZ NOTÍCIA NO JORNAL DO COMERCIO.



        
          O excelente resultado no IDEPE da Escola Tomé Francisco foi mais uma vez evidenciado na mídia ( Jornal do dia 17/08/15). Uma nota surpreendente nos anos iniciais do Ensino Fundamental 8.47 – um crescimento que vem sendo construído ano a ano pelo esforço de um trabalho em equipe. Nessa modalidade foram avaliados 40 alunos da professora Mônica Fernandes Lima, sob a coordenação da educadora de apoio Josilene Quidute. Os anos finais do Ensino Fundamental e o Ensino Médio também foram evidenciados pelas boas notas e classificação no estado.
                              

CONFIRA A NOTÍCIA NA ÍNTEGRA:


Boas notas no Idepe para escolas do interior do Estado
Colégios fora do Grande Recife se destacaram no Índice de Desenvolvimento da Educação de Pernambuco
Publicado em 17/08/2015, às 07h13
As escolas estaduais do interior do Estado se destacaram no Índice de Desenvolvimento da Educação de Pernambuco (Idepe) 2014, divulgado semana passada pelo governo. Entre os 30 colégios com as notas mais altas nos três níveis avaliados - anos iniciais e finais do ensino fundamental, além do ensino médio - apenas um está situado na Região Metropolitana do Recife, na cidade de Igarassu. Os demais ficam fora do Recife. A maioria é do Sertão.
O Idepe é um indicador que mede a qualidade do ensino público e que permite anualmente avaliar a evolução de cada escola. O cálculo considera o fluxo escolar (taxa de aprovação) e o desempenho em português e matemática dos alunos das séries iniciais e finais do fundamental e do 3º ano do ensino médio.
Destaque nos últimos anos e vencedora de prêmios nacionais, a Escola Estadual Tomé Francisco da Silva, que fica no distrito de Lagoa da Cruz, em Quixaba, no Sertão do Pajeú, ficou com média 8,47 nos anos iniciais do ensino fundamental, a mais alta de Pernambuco. Um desempenho louvável, sobretudo se comparado com a nota geral da rede estadual, 4,48. Ou seja, quatro pontos a mais que a maioria das unidades estaduais.
A escola quixabense aparece nas outras duas listas: é a quinta colocada nos anos finais do ensino fundamental, com Idepe 5,79, e a terceira no ranking das melhores do ensino médio regular (excluindo as escolas de referência, de aplicação e as técnicas), com média 5,10. “Atribuo nosso bom desempenho ao trabalho pedagógico feito com muita responsabilidade. Focamos no sucesso dos nossos alunos”, afirma o gestor da Tomé Francisco, Ivan Nunes. A escola tem 820 alunos e conta com uma boa participação das famílias.
“Fazemos monitoramento frequente do aprendizado dos estudantes. Não deixamos nenhum ficar para trás. Cada aluno é acompanhado individualmente. Criamos, por exemplo, o Clubinho da Matemática, para os primeiros anos do ensino fundamental, com aulas no contraturno. Em 2013 tivemos aprendizado de 93% do nível desejado, em matemática. Agora em 2014 saltamos para 97%”, comemora a coordenadora pedagógica, Josilene Quitute.
É também no Sertão que está o colégio com o maior Idepe nos anos finais do fundamental. A Escola Estadual Cícero Augusto Gomes, de Ibimirim, tirou 7,06. A Escola Estadual Sofia Feijó Sampaio, localizada no município de Catende, Zona da Mata, obteve o maior Idepe entre as unidades do ensino médio que oferecem turmas regulares. A média foi 5,69. Nos anos finais do fundamental, a unidade ficou em segundo lugar, com 6,42, abaixo apenas do colégio de Ibimirim.
“Sempre trabalhamos pensando no melhor para nossos alunos. Firmamos parcerias com a família e com a comunidade escolar, desenvolvendo trabalhos e atividades voltadas para a área cultural”, destacou a diretora, Sandra Araújo.

Única representante do Grande Recife entre as melhores do Idepe, a Escola Nova Cruz, de Igarassu, alcançou a quarta posição no ensino médio (média 4,99).