segunda-feira, 18 de setembro de 2017

SARAU LITERARTE: FRUIÇÃO LITERÁRIA E APRENDIZAGEM

    E hoje teremos  o nosso Sarau Literário. Todos a caráter para um momento de descontração e aprendizagem, quando desfrutaremos da melhor poesia da Literatura brasileira. A partir das 18:15.

sexta-feira, 15 de setembro de 2017

I Feira Cultural Afrodescendente: Para Além da Escravidão.

No dia 04 de Setembro, a Escola Tomé Francisco da Silva realizou um seminário com alunos do Programa Ensino Médio Inovador com o tema: Cultura Afrodescendente: Para Além da Escravidão.
É sabido que o Brasil tem a maior população de origem africana fora da áfrica devido a quantidade de escravos recebidos na época do Brasil Colônia e atualmente pela migração.
A cultura afrodescendente exerce portanto, grande influência no universo cultural  brasileiro na artes plásticas, na música,na religião e na culinária.
Parte da Cultura afrodescendente, foi apresentada em diferentes estandes montados por alunos e professores do Ensino Médio, bem como negros que se destacaram ao longo do tempo na profissão, nos esportes ou pelos feitos heroicos.
  • O negro americano e o negro no Brasil
  • Espaço fotográfico Diversidade Da Tomé
  • Celebridades brasileiras negras
  • Dados estatísticos sobre o negro no Brasil
  • Palavras, frases e/ou expressões de origem afrodescendentes
  • Biografia e trechos de obras de Henrique Dias, de Aluísio de Azevedo e de Castro Alves
  • Zumbi, Martin Luterking, Nelson Mandela, de Obama, Aleijadinho e Mestre Valentim
  • Artesanato afrodescendente
  • População negra no mercado de trabalho atualmente ( profissões, salários, carga-horária)
  • O negro em relação a: número de vítimas de homicídios e linha do tempo dos índices de imigrantes negros no país.
  • Receitas da culinária afrodescendente e degustação de alguns pratos.
Na ocasião houve apresentação das danças Ganga Zumba Zumbi, Axé e Samba. Recitação da poesia A Canção do Africano de Castro Alves, trechos do cordel Afro-Brasil de Nezite Alencar, teatro representando a poesia Essa Negra Fulô de Jorge de Lima, leitura de texto sobre a capoeira, sobre o sistema de cotas nas Universidades e sobre racismo,  e ainda alunos negros e mestiços da  escola realizaram um desfile deslumbrante.


Apesar de no Brasil ainda existir preconceito racial, a escola quis mostrar com o evento a importância da cultura negra na formação da sociedade brasileira, com as inúmeras influências e contribuições dos povos africanos na construção do patrimônio cultural brasileiro na perspectiva de erradicar o preconceito racial e favorecer a formação de atitudes de respeito no convívio com todas as pessoas.




















Reforço amigo: Os alunos monitores ajudam os colegas com dificuldade de aprendizagem no contraturno


Os resultados do primeiro semestre indicam que é preciso adotar estratégias diversificadas de incentivo e fortalecimento da aprendizagem. De posse desses dados, a Analista Educacional Jakeline Fernandes intensifica a ação do Projeto Reforço Amigo que funciona assim: os monitores - indicados pelos professores de acordo com o domínio dos conteúdos e com habilidade de comunicação se reúnem para definir o planejamento das atividades.

 Os monitores estão atendendo grupo de alunos no contraturno, durante todo o mês de setembro, período de avaliação do III bimestre. Os grupos de estudo estão reforçando conteúdos das disciplinas de Química, Física, Matemática, Inglês, ciências, Biologia e Língua Portuguesa, principalmente os casos de turmas e estudantes mais críticos. Pelo foco na aprendizagem, pelos objetivos claros, o projeto é um sucesso no combate à evasão escolar.








quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Jovens cidadãos empossados para o Grêmio Estudantil da Tomé

“O grêmio quer o que todos os alunos querem: uma escola melhor”.

Na quarta-feira (06) de setembro, os jovens cidadãos da Escola Tomé Francisco da Silva tomaram posse para legalizar o Grêmio Estudantil da instituição. Os alunos foram eleitos democraticamente pelo voto, após todo o processo de formação do órgão colegiado, coordenado pelas professoras Josineide Quidute e Edinete Cipriano, no Campo curricular do Ensino Médio Inovador (PROEMI) Protagonismo Juvenil.
Para Ivan, gestor da escola, o próximo passo é envolver os jovens cidadãos do Grêmio na gestão da escola, pois a missão de uma escola pública é “Oferecer uma Educação de qualidade, pautada nos princípios de uma democracia participativa, comunitária e ambiental, tornando-se um espaço cultural de socialização e desenvolvimento do educando, preparando-o para o exercício de sua plena cidadania”.
A escola fará o papel de oportunizar a participação do Grêmio na elaboração das atividades escolares, criando espaços para que os estudantes participem das decisões e possam analisar as possibilidades das propostas e sugestões, para qualificar ainda mais as demandas dos diferentes segmentos da instituição.














Programa Ganhe o Mundo: alunos da Tomé classificados para o curso de línguas em 2017


A Secretaria de Educação do Estado (SEE), por meio do Programa Ganhe o Mundo (PGM), divulgou nesta terça-feira (05) a lista de estudantes classificados para os cursos de idiomas que fazem parte do programa de intercâmbio. Da Escola Tomé Francisco são___ estudantes aprovados para língua inglesa.


Confira a lista: 

ALDERLANDIA MARIA DA SILVA SANTOS
ALEXIA LETICIA LEANDRO DA SILVA
ARTHUR DA SILVA BATISTA
AYLTON KELLYTON DOS SANTOS GOMES
BRENNDA SOARES NICOLAU VIRGULINO DE MEDEIROS
CARLOS EMANUEL TRAJANO GOMES
CARLOS RICARDO FLORENTINO MANDU BEZERRA
CLARA INES MARIA DE MEDEIROS
CLEYCE INNARA ALEXANDRE
DOUGLAS DOS SANTOS LEANDRO INGLES
DRIELI PEREIRA RODRIGUES MAIA
ELDER MARCAL LIMA DE
ELLEN PAUÂNI DE MEDEIROS
ELLENA CEALLYS DIAS SIMAO
ERIC MANOEL RAMOS SIMOA
GABRIELA ANDRE DA SILVA
GENIVAL JUSTINO DA COSTA NETO
GHEYMISSOM BRENNO DINIZ NASCIMENTO
IGOR LUIS ALVES DOS SANTOS ARAUJO
INDNE MAYZA DE SOUSA SAMPAIO
ISAC LEANDRO DE MEDEIROS
ISLANIA RODRIGUES DA SILVA
JEFTER FIRMINO DE OLIVEIRA
JOAO PEDRO HERMES DE MORAIS
JOAO VITOR FERREIRA DE SOUSA
JOSÉ GABRIEL MARQUES BARBOSA
JOSE LEANDRO DA SILVA NETO
JOSE VITOR DE SOUSA SILVA
KARLOS RANIELY MENDES DA SILVA
KAROLLYNE KÉVILLY BRAZ COSTA
KIVINA REGINA GOMES DE MEDEIROS
LÁISA CAROLINA SOUZA FRANÇA
LARYSSA BEATRIZ NUNES DOS SANTOS
LEANDRO FERREIRA DA LUZ INGLES
LIGIA BARBOSA PEREIRA
LUANDERSON BRYAN DE PAULA E SILVA
LUCAS PEREIRA DA SILVA
MARCOS VINICIUS JOSE SOARES MANDU
MARIA DE LOURDES BARBOSA DA SILVA
MARIA EDUARDA DINIZ DE MEDEIROS
MARIA EDUARDA MEDEIROS DE LIMA
MARIA FERNANDA DA SILVA SANTANA
MARIA FERNANDA EVARISTO NICACIO
MARIA GABRIELA EFIGÊNIO ALVES
MARIA ISABEL RAMOS
MARIA MARRAYANE LUCENA SILVESTRE
MARIA RAFAELA DE SOUSA DO NASCIMENTO
MARIA RAQUEL HENRIQUE SERAFIM
MARIA RITA RAMOS BARBOSA
MARIANA BATISTA DE LIMA
MAYSA RAVYLA DE OLIVEIRA
MERILLYN DE MELO COCHITO
NAYARA SUELLEN DE OLIVEIRA
PATRICIA JADDY GUEDES DE LIMA
RAYANE ALVES DA SILVA
RAYSLA MARIA RODRIGUES COSTA
RENATA FERREIRA DA SILVA
RENATA FLORENTINO BEZERRA
RENNAN LUIZ LEITE DINIZ
SABRINA RAMONY GOMES DA SILVA
SILVINO FILHO ALVES DE LIMA
STHEFANNY RAWYLA SOARES
TAINA BARBOSA DA SILVA
TOBIAS JOSE ALVES RIBEIRO
YAN GUILHERME OLIVEIRA FERREIRA
YASMIM APARECIDA DINIZ  

43 alunos da Tomé na 2º Fase da OBMEP que será realizada no próximo sábado

As provas da 2º fase da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP 2017) serão aplicadas para mais de 900 mil estudantes das redes públicas e privadas de todo Brasil, no próximo sábado (16) às 14h30.
Da Escola Tomé Francisco da Silva são 43 alunos classificados para esta fase. As provas serão aplicadas na EREM Solidônio Pereira de Carvalho em Quixaba. A responsabilidade da aplicação será pela comissão organizadora da olimpíada.
Os estudantes participaram no mês de setembro de um cursinho preparatório para a II fase da OBMEP com os professores José Neto dos Santos e Maria do Bom Conselho Silva Beserra. Uma iniciativa da escola em promover ações de melhoria da aprendizagem de matemática.

Banda da Escola Tomé Francisco desfila com as escolas da Rede Municipal de Princesa Isabel

O desfile da Independência do Brasil atraiu dezenas de centenas de pessoas na manhã desta quinta-feira (7) nas avenidas centrais da cidade de Princesa Isabel.
A banda da Escola Tomé Francisco da Silva desfilou com as 17 escolas da rede municipal de ensino a convite da Secretaria Municipal de Educação. Os 40 músicos fizeram uma brilhante apresentação e atraíram elogios do público presente.

Segundo o prefeito Ricardo Pereira o objetivo do evento foi o de resgatar o Sete de Setembro, valorizar e incentivar o dever cívico, retornar a autoestima do funcionário público, compartilhar responsabilidade. Para Ivan, gestor da Tomé, a banda está preparada para abrilhantar qualquer evento. “ Os nossos estudantes estão de parabéns, pela qualidade da apresentação e pela disciplina com que desfilaram”.







Equipe gestora, equipe pedagógica e Analistas Educacionais executam plano de apoio contínuo à aprendizagem

A Escola Tomé Francisco da Silva prevê no Projeto Político Pedagógico, o combate à repetência e ao abandono escolar, por meio de um sistema de acompanhamento aos alunos com necessidade de apoio ao longo do ano e não somente nas últimas semanas de aula, pois a escola com muitos repetentes registra dados que comprometem seu desempenho como um todo e colocam em xeque a qualidade do ensino que oferece.
          A Equipe gestora, a equipe pedagógica e as Analistas Educacionais têm implantado várias ações para oferecer esse apoio: conversa com alunos prioritários (motivação), reunião de pais (Divisão de responsabilidades), reforço Amigo, Monitoria professor- aluno, Aula no contraturno ( reforçando conteúdos).
Para ofertar essas atividades é preciso montar estrutura de salas, material e pessoal. A orientação da coordenação pedagógica também ajuda o professor a desenvolver atividades diferenciadas ou a montar grupos de trabalho em sala de aula para que os estudantes trabalhem em conjunto e aprendam com os colegas.

Apoio contínuo à aprendizagem

Ao analisar a planilha com os resultados do I Semestre, a equipe gestora, As analistas Educacionais, os professores e as coordenadoras pedagógicas identificam as necessidades de cada aluno e oferecem ajuda necessária, alertando sobre o risco de reprovação.

Responsabilidade compartilhada entre os pais e a escola

O gestor Ivan, a gestora adjunta Rosineide e as Analistas Jakeline Fernandes e Cláudia Sandocléia realizaram algumas reuniões com os pais para compartilhar a situação crítica dos alunos e discutir com eles, estratégias para melhoria dos resultados.

Reforço Escolar
 Utilizando o PROEMI ( Ensino Médio Inovador) e o Programa Novo Mais Educação, a escola oferta reforço escolar nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática para alunos apresentam baixo desempenho nas avaliações bimestrais.

Reforço Amigo

Nesse projeto, coordenado pela Analistas Jakeline Fernandes, os próprios alunos atuam como monitores dos colegas com dificuldades de aprendizagem, prática que, além de eficiente, estimula a cooperação entre os estudantes.


domingo, 10 de setembro de 2017

BRINCANDO TAMBÉM SE APRENDE


             É fundamental diminuir a distância entre o que se diz e o que se faz, de tal maneira que num dado momento a tua fala seja a tua prática.

Paulo Freire.

   Na manhã da última quarta feira (06/09), as professoras Maria do Bom Conselho Fernandes, Dirlande Medeiros e Samily Martins, promoveram um piquenique em uma chácara nas proximidades da escola para os alunos do 6º ano.
    Com uma sequência didática interdisciplinar as professora revisaram alguns conteúdos estudados no 1º semestre e também conteúdos do bimestre em curso.
            Em geografia foram revisados os conteúdos: Paisagens, orientação, preservação ambiental, e croqui. Já o componente curricular Ciências, contemplou os tipos e componentes do solo e em Língua Portuguesa o foco foi a tipologia textual do bimestre: os alunos produziram bilhetes e listas tendo como  tema o piquenique geoliterário.
             De uma forma bem divertida, os alunos participaram efetivamente das seguintes atividades propostas: Corrida ecológica, na qual os alunos deveriam encontrar envelopes escondidos na paisagem com imagens para montarem quebra-cabeça sobre a preservação ambiental, montagem de textos fatiados e lacunados sobre a disponibilidade e a problemática da água, experimentos sobre a permeabilidade da água nos diferentes tipos de solos em filtros de garrafa peti, e bola maluca para revisar o conteúdo orientação.
            No percurso da escola à chácara aconteceram algumas paradas para observação da paisagem, dos problemas ambientais como lixo a céu aberto, queimadas etc.
Entre uma atividade e outra os alunos cantavam, tocavam, arriscavam coreografias e saboreavam seus deliciosos lanches.
Após o piquenique, já em sala de aula, cada aluno preencheu uma ficha com alguns dados dos ecossistemas visitados (fauna, flora, solo, preservação) e produziram um croqui com o trajeto da aula campal.
Para as professoras, os objetivos foram atingidos com sucesso.